Mortos por terremoto seguido de tsunami no Japão passam de 6 mil

Segundo último boletim oficial divulgado pelo governo, mais de 10 mil estão desaparecidos

iG São Paulo |

O número de mortes causadas pelo terremoto seguido de tsunami no Japão subiu para 6.405, segundo o último boletim oficial divulgado nesta quinta-feira. Autoridades afirmam que 10.259 estão desaparecidos.

Acredita-se que o número final de vítimas ainda pode aumentar em alguns municípios das províncias mais afetadas, como Iwate, Miyagi e Fukushima, onde milhares de pessoas seguem desaparecidas.

Mais de 100 mil militares e reservistas japoneses, ajudados por voluntários estrangeiros especialistas em salvamento, vasculham a zona devastada na busca por sobreviventes soterrados sob os escombros ou arrastados mar adentro pela onda gigante de dez metros de altura.

As equipes de resgate lutam contra o intenso frio no norte da ilha de Honshu e a enorme destruição provocada pelo terremoto. Até o momento 26 mil pessoas foram resgatadas, segundo dados do governo. Quase 80 mil edifícios e casas foram destruídos e mais de meio milhão de evacuados vivem em cerca de 2.500 abrigos temporários, muitos dos quais não têm água potável e eletricidade.

A magnitude da tragédia levou o imperador Akihito a dirigir-se pela televisão à população pela primeira vez em seus 22 anos de reinado para pedir calma e orações pelos sobreviventes.

"Do fundo do meu coração, espero que as pessoas se deem as mãos e se mostrem compaixão umas com as outras para superar esses tempos difíceis", afirmou o monarca. "O terremoto foi sem precedentes e sinto muito pelas pessoas que sofreram com esse desastre terrível."

    Leia tudo sobre: japãoterremototremortsunamiresgate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG