Mortos por tempestade chegam a 123 na Guatemala

Informação foi dada pelo presidente do país, Álvaro Colom, em entrevista coletiva na noite desta segunda-feira

EFE |

Guatemala - O presidente da Guatemala, Álvaro Colom, informou na noite desta segunda-feira que o número de mortos pela tempestade tropical "Agatha" no país chegou a 123, enquanto os desaparecidos são 90, embora os dados ainda sejam fruto de análises parciais.

Em entrevista coletiva na sede da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), Colom assinalou que os dados "são parciais", já que os trabalhos de resgate nas zonas que foram afetadas pelo ciclone continuam. As autoridades trabalham na habilitação do sistema viário do país, que foi seriamente danificado pelas dezenas de quedas de encostas e da cheia dos rios.

Essa situação, segundo Colom, impediu que a Defesa Civil chegasse com prontidão nas comunidades mais afetadas, muitas das quais estão sem água potável e alimentos. No departamento de Chimaltenango, no oeste do país, um dos mais afetados pela fúria de "Agatha", há a confirmação de 60 mortes.

    Leia tudo sobre: iGguatemalamundo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG