Mortos por gripe suína na Argentina chegam a 137

O número de vítimas fatais da gripe suína na Argentina já chega a 137, informou o ministério da Saúde nesta terça-feira.

AFP |

"As análises confirmaram 3.056 casos, 2.395 foram descartados, com 137 mortos", indicou o ministério em um comunicado.

Segundo as autoridades, 11 pessoas faleceram na capital, 69 na província de Buenos Aires (centro-este) e uma na área metropolitana (sem especificar onde), enquanto 42 vítimas residiam na província de Santa Fé (centro-este) e três em Misiones (nordeste).

As outras mortes foram registradas em Córdoba (centro), Santa Cruz (sul), Chubut (sul) e San Juan (oeste), com dois casos em cada uma destas províncias, e Neuquén (sudoeste), Entre Ríos (centro-este) e Río Negro (sul), com uma em cada uma.

O ministro da Saúde, Juan Manzur, declarou na semana passada que projeções sugerem que cerca de 100.000 pessoas já foram infectadas na Argentina com o vírus H1N1 desde que a pandemia foi declarada no país, em maio.

ls/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG