Mortos por cólera no Haiti passam de 3 mil, afirma governo

De acordo com Ministério da Saúde Pública e População, número de mortes pela epidemia chega a 3.333

EFE |

O número de mortos no Haiti pela epidemia de cólera que atinge o país desde meados de outubro chegou a 3.333, informou nesta sexta-feira o Ministério da Saúde Pública e População (MSPP).

De acordo com um boletim divulgado pelo ministério em seu site, 148.787 pessoas foram contaminadas e 83.166 tiveram que ser hospitalizadas. Entre o boletim desta sexta-feira, datada de 26 de dezembro, e o anterior, do dia 20, 432 pessoas morreram por causa da doença.

Desde sua aparição em outubro, na cidade de Mirebalais, a cólera se estendeu aos dez Departamentos do país e chegou à República Dominicana, onde 139 pessoas foram contaminadas.

O departamento mais afetado é Artibonite, no noroeste, onde 828 pessoas morreram pela cólera, seguido por Norte, com 558 mortos; Oeste, que inclui a capital, Porto Príncipe, com 461; e Grande Anse, no sudoeste, com 433. Em seguida vem Centro, com 286 mortos; Noroeste, com 220; Nordeste, com 182; Sudeste, com 160; Sul, com 124, e Nippes, com 81.

A origem do surto ainda não foi esclarecida, mas um estudo médico francês afirma que começou por causa do vazamento de sedimentos fecais em um rio por soldados do Nepal pertencentes à Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), o que será investigado pela ONU.

    Leia tudo sobre: haiticóleraepidemia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG