Mortos na creche belga são 3 e não 4

Bruxelas, 23 jan (EFE).- Três pessoas, duas delas crianças, foram mortas hoje a facadas em uma creche na cidade belga de Derdemonde (noroeste da Bélgica), e não quatro como havia sido informado anteriormente, esclareceram as autoridades.

EFE |

O hospital Sint-Blasius, em Dendermonde, informou por erro o falecimento de uma terceira criança, que na realidade era a segunda, que havia chegado ainda viva, mas em estado crítico ao hospital, e acabou morrendo.

As autoridades confirmaram ainda que a vida de nenhum dos feridos corre perigo.

Trata-se de dez crianças e dois adultos, que estão divididos em seis hospitais, e que receberam diversas facadas no ataque de um homem com a cara pintada com faixas brancas e negras.

Pela manhã, ele entrou na creche e foi à área dos bebês, onde tirou uma faca e começou a apunhalá-los indiscriminadamente.

O assassino, que tinha antecedentes por problemas psiquiátricos e passagem pela Polícia, fugiu inicialmente m uma bicicleta, mas acabou sendo preso detido mais tarde em um supermercado de uma cidade vizinha.

O ministro da Justiça, Stefaan De Clerck, informou que ele já foi identificado, mas não deu mais detalhes sobre ele nem sobre seu passado judicial.

As autoridades belgas iniciaram um centro de gerenciamento de crise para oferecer informação e assistência a familiares das crianças da creche. EFE epn/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG