Mortos em incêndios são lembrados na Austrália

Sydney (Austrália), 15 fev (EFE).- Cerimônias religiosas e atos oficiais foram celebrados hoje na Austrália em memória dos 181 mortos nos incêndios do estado de Victoria, enquanto quatro frentes de fogo que estão fora de controle ainda ardem.

EFE |

"Estaremos com vocês em todos e cada um dos passos até que a comunidade tenha sido reconstruída", prometeu o primeiro-ministro do país, Kevin Rudd, em um ato religioso realizado em um parque da localidade de Wandong, onde morreram pelo menos quatro pessoas e 150 casas foram destruídas.

O dirigente agradeceu o trabalho do corpo de bombeiros porque puseram o interesse da comunidade na frente de seu próprio.

A governadora geral da Austrália, Quentin Bryce, representante da rainha Elizabeth II da Inglaterra, assistiu a um ato que lembrava os falecidos nos povoados de Kinglake e Whittlesea, e dedicou o resto do dia a visitar localidades afetadas.

Nos jardins de Fitzroy de Melbourne, a capital de Victoria, 17 igrejas cristãs dessa cidade organizaram uma cerimônia, na qual participaram centenas de pessoas, pelas vítimas e de agradecimento ao corpo de bombeiros, à Polícia, aos soldados e aos voluntários que participaram das tarefas de extinção das chamas.

Os incêndios, alguns provocados, começaram no dia 7 de fevereiro quando a região sul da Austrália estava há duas semanas sob uma onda de calor sem precedentes. EFE mg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG