Mortos cinco trabalhadores chineses seqüestrados no Sudão

Cinco trabalhadores chineses do setor petroleiro seqüestrados no Sudão há nove dias, foram assassinados e outros dois ficaram feridos, anunciou nesta segunda-feira o porta-voz do ministério sudanês das Relações Exteriores, Ali al Sadiq, na televisão estatal.

AFP |

Segundo as autoridades de Cartum, os seqüestradores são rebeldes de Darfur pertencentes ao Movimento Justiça e Igualdade (JEM, nas siglas em inglês), o mesmo que em maio passado realizou um ataque audacioso na capital sudanesa.

Os nove trabalhadores da Companhia Nacional de Petróleo da China haviam sido seqüestrados no dia 18 de outubro.

Os rebeldes de Darfur, região ocidental do Sudão, em guerra desde 2003, seqüestraram trabalhadores estrangeiros do setor petroleiro em várias ocasiões, em particular os que trabalham para as sociedades chinesas, pelas relações estreitas mantidas por Pequim com Cartum.

str-jm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG