Mortes por vulcão indonésio chegam a 259

Cerca de 390 mil pessoas estão em centros de abrigo em um perímetro de segurança de 20 quilômetros em torno do vulcão

EFE |

Equipes de resgate encontraram mais 19 corpos em torno do vulcão do Monte Merapi, na Indonésia, o que aumenta para 259 o número de mortes desde que começaram as erupções em 26 de outubro, informou nesta segunda-feira a imprensa local.

O Merapi, situado na Ilha de Java, lançou colunas de fumaça e gás durante os últimos dias, mas, por enquanto, os vulcanólogos não esperam que aumente a atividade vulcânica.

Cerca de 390 mil pessoas estão em centros de abrigo em um perímetro de segurança de 20 quilômetros em torno do vulcão, de 2.194 metros de altura.

Milhares de hectares de campo foram queimados e dezenas de aldeias estão cobertas com uma grossa camada de cinza, que causou graves problemas respiratórios à população.

A Indonésia localiz-ase sobre o chamado "Anel de Fogo", uma área de intensa atividade sísmica que sofre cerca de 7 mil tremores ao ano, a maioria de pouca potência. O maior arquipélago do mundo tem cerca de 400 vulcões, dos quais 129 estão ativos.

    Leia tudo sobre: indonésiavulcãomonte merapi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG