Mortes pela gripe no México chegam a 103

México, 2 jun (EFE).- O número de mortes no México relacionadas com a epidemia de gripe suína subiu para 103, seis a mais que no último boletim, enquanto as autoridades reportaram mais 528 contagiados, situando as ocorrências em 5.

EFE |

460, informou hoje a Secretaria de Saúde.

As 103 mortes - 54 mulheres e 49 homens - representam 1,9% do total de casos confirmados.

De todas as vítimas, 73,8% tinham entre 20 e 54 anos, de acordo com o ministério.

"Do total de pessoas que morreram, mais de 84% tiveram como sintomas tosse e febre, 74,8% dor de cabeça, 55,3% ataque ao estado geral e 51,5% expectorações", acrescenta a nota.

Além disso, 37,9% dos falecidos apresentaram problemas metabólicos como obesidade e diabetes mellitus, 19,4% doenças cardiovasculares, 10,7% tabagismo, 8,7% problemas respiratórios e o resto doenças infecciosas, autoimunes e neoplásicas.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE act/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG