Mortes no Haiti podem chegar a 50 mil, diz Cruz Vermelha

PORTO PRÍNCIPE - O total de mortos por causa do terremoto que devastou o Haiti pode ser de 45.000 a 50.000, e mais três milhões de pessoas estão feridas ou desabrigadas, disse uma autoridade da Cruz Vermelha no país nesta quinta-feira.

iG São Paulo |

"Ninguém sabe com precisão, ninguém confirma um número. Nossa organização acredita que entre 45.000 e 50.000 pessoas morreram. Nós também achamos que há 3 milhões de pessoas afetadas no país, ou feridas ou desabrigadas", disse Victor Jackson, coordenador-assistente da Cruz Vermelha no Haiti.

Busca de desaparecidos

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) criou um site especial para ajudar milhares de pessoas no Haiti e no exterior a encontrar a familiares desaparecidos no devastador terremoto que assolou o país.

O endereço do site é www.icrc.org/familylinks e, explicou Robert Zimmerman, vice-diretor da Agência Central de Busca do CICV, o objetivo é "acelerar o processo de tomada de contato entre os membros de uma família que ficaram separados".

Neste momento, a página permite que cidadãos no Haiti e fora do país registrem os nomes de seus parentes com os quais quer entrar em contato, e depois serão adicionadas as respostas a essas buscas.

Com Reuters e EFE

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG