Mortes na Califórnia não têm relação com gripe suína

Los Angeles (EUA.), 28 abr (EFE).

EFE |

- As autoridades de Los Angeles, nos Estados Unidos, descartaram hoje a gripe suína como causa da morte de duas pessoas suspeitas de estar com a doença.

O porta-voz do escritório do legista do Condado de Los Angeles disse hoje em entrevista coletiva que a vinculação de uma destas mortes com a gripe suína tinha sido completamente descartada. Além disso, as primeiras análises do segundo cadáver seguiam na mesma direção.

Um dos mortos era um homem de 33 anos, que morava em Long Beach.

Ele morreu na segunda-feira, logo após dar entrada no Centro Médico Bellflower com sintomas similares aos desta doença.

O outro corpo é de um homem de 45 anos, que morreu em 22 de abril em um hospital de Norwalk, aparentemente de pneumonia.

Segundo o porta-voz, os resultados definitivos serão divulgados nesta quarta-feira.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, decretou hoje emergência no estado para combater o surto de gripe suína que assola os Estados Unidos. EFE mg/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG