Mortes entre ilegais mexicanos rumo aos EUA aumentam no 1º semestre

México, 1 ago (EFE).- Morreram nos primeiros seis meses do ano 296 mexicanos ao tentarem cruzar ilegalmente a fronteira com os Estados Unidos, número 5,1% maior que o registrado no mesmo período de 2007, informou hoje uma comissão da Câmara dos Deputados (Baixa) do México.

EFE |

Nos seis primeiros meses do ano passado morreram pelo mesmo motivo 275 mexicanos, segundo a Comissão de População, Fronteiras e Assuntos Migratórios do órgão legislativo.

A previsão dos deputados é de que no final deste ano seja superado o número de 520 mortos registrado em 2007.

O secretário da comissão, Edmundo Ramírez, do opositor Partido Revolucionário Institucional (PRI), considerou que não funcionaram até agora as políticas públicas de geração de emprego para jovens e mulheres em comunidades com altos índices de pobreza, uma das maiores queixas daqueles que optam por seguir aos EUA.

Segundo números divulgados pela comissão legislativa, em 2008 já emigraram do México 325 mil pessoas, "com média de uma por minuto".

EFE ea/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG