Aeronave realizava exercícios de pára-quedismo antes de se acidentar

Bucareste - Chegou a 12 o número de mortos em decorrência do acidente com um avião militar ocorrido na última segunda-feira na cidade romena de Tuzla, depois que faleceu um dos feridos, que estava em coma, informaram nesta terça as autoridades locais.

Embora as primeiras informações após o acidente davam conta de dez mortes, as autoridades confirmaram depois que 11 dos 14 ocupantes do avião faleceram na hora. Depois disso, um dos feridos morreu no hospital onde estava internado em estado grave, enquanto a situação dos outros dois passageiros que ficaram feridos é estável.

A aeronave acidentada era um Antonov-2, do Exército, que realizava treinamentos de pára-quedismo e que se acidentou e incendiou pouco após decolar. O Ministério da Defesa anunciou que os militares falecidos pertencem à Marinha e às Forças Aéreas, e investiga nestes momentos as causas do acidente. Falhas técnicas e erro humano são as hipóteses especuladas, embora fontes da investigação citadas pela imprensa local se inclinam neste momento pela segunda opção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.