rebatizada de gripe A H1N1) segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Os casos de contaminação já chegam a 1.490 em 23 países." / gripe suína chegam a 30, diz OMS; casos são 1.490 em 23 países - Mundo - iG" / rebatizada de gripe A H1N1) segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Os casos de contaminação já chegam a 1.490 em 23 países." /

Mortes causadas por gripe suína chegam a 30, diz OMS; casos são 1.490 em 23 países

GENEBRA - Subiu para 30 o número de mortes causadas pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1) segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Os casos de contaminação já chegam a 1.490 em 23 países.

Redação com agências internacionais |

Reuters
Funcionária de hospital senta em um banco na entrada de clínica montada para combater a gripe na China

Funcionária de hospital descansa na entrada de
clínica montada para combater a "gripe suína" na China

Segundo o último boletim da OMS, divulgado na tarde desta terça-feira, 822 casos e 29 mortes foram registradas no México, enquanto os Estados Unidos têm 403 casos e  uma morte.

Na segunda-feira, o presidente do México, Felipe Calderón, afirmou que o país está "em condições de retomar o caminho em direção à normalidade", pois o surto da nova gripe está ficando estável no país.

Por este motivo, Calderón anuncia para a próxima quarta-feira a reativação do setor público e privado - incluindo os mais de 35 mil restaurantes que fecharam desde 29 de abril. Na quinta-feira, devem ser retomadas as aulas, mas este processo será feito de forma gradual em um processo que deve durar quatro dias.

"Estamos em uma etapa de estabilização da propagação do vírus da influenza humana e conhecemos as características básicas" da doença, explicou o presidente em reunião com governadores mexicanos.

"Devemos, é claro, lembrar que o vírus está ainda presente e que sempre haverá o risco de que sua propagação continue", advertiu Calderón. "Conforme o país for retornando às atividades escolares, trabalhistas e econômicas frequentes teremos que redobrar nossos esforços e continuar com as medidas preventivas", completou.

Para Calderón, "se trata de voltar à normalidade, mas com maiores cuidados por parte de todos", de minimizar os riscos para a saúde e "maximizar a reincorporação" à atividade cotidiana.

México tenta voltar à normalidade; assista ao vídeo:


(Com informações de AFP e EFE)

Leia também


"Gripe suína" no Brasil


Entenda a "gripe suína"

Leia mais sobre gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG