Morteiro da década de 1980 mata 4 adolescentes no Irã

TEERÃ (Reuters) - Quatro adolescentes morreram no Irã após a explosão de um morteiro da guerra do país contra o Iraque, na década de 1980, informou a agência estatal Irna no domingo. Dois outros ficaram feridos no incidente, que ocorreu na cidade de Sar-e Pol-e, na província de Kermanshahr, disseram autoridades iranianas à agência. As vítimas tinham entre 16 e 18 anos.

Reuters |

Cerca de 1 milhão de pessoas morreram na guerra entre o Irã e o Iraque, entre 1980 e 1988. Os laços entre os dois vizinhos majoritariamente xiitas começaram a melhorar em 2003, desde que uma invasão liderada pelos EUA depôs o governo sunita de Saddam Hussein.

(Reportagem de Hossein Jaseb)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG