Dacar, 10 set (EFE).- O Ministério da Agricultura do Togo anunciou hoje que adotou medidas preventivas diante da possibilidade de um foco de gripe aviária (H5N1) com epicentro na localidade de Agbata, situada na fronteira com o vizinho Benin, a cerca de 130 quilômetros de Lomé, a capital togolesa.

Segundo o comunicado das autoridades do Togo, mais de 3.600 aves morreram nos últimos dias nessa localidade.

Os serviços veterinários togoleses extraíram amostras para realizar exames em laboratórios em Gana e na Itália, a fim de determinar com exatidão a causa da morte em massa das aves, indica o documento, publicado no site do Governo. EFE st/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.