O Vaticano expressou surpresa e dor pela morte do patriarca ortodoxo russo Alexis II, aos 79 anos de idade, em breve comunicado divulgado nesta sexta-feira pelo serviço de imprensa.

Segundo o secretário do conselho pontifical pela unidade dos cristãos, Monsenhor Brian Farrel, o patriara Alexis II guiou a Igreja num período de grandes transformações. Soube assumir a tarefa com um grande senso de responsabilidade e de amor da tradição russa", declarou o prelado.

O Vaticano anunciou que esta primeira reação será seguida de "condolências oficiais" da Santa Sé.

nou/kd/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.