Bogotá, 11 jul (EFE).- Uma mulher moradora do departamento (estado) de Caldas morreu devido à gripe suína, o que elevou a sete as vítimas da doença na Colômbia, informou hoje o Instituto Nacional de Saúde (INS).

A colombiana vivia na cidade de Viterbo e apresentou em 5 de julho "febre, tosse, dificuldade respiratória e mal-estar geral", como explica um boletim do INS. Ela morreu dois dias depois.

Até o momento, há na Colômbia 166 casos confirmados, incluindo as sete mortes, da gripe suína, que apesar do nome não apresenta risco por ingestão de carne de porco ou derivados. EFE rrm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.