Morte de jovem por policial gera protestos em Atenas

O protesto de jovens contra a morte de um adolescente de 15 anos, assassinado no sábado por um policial, gerou violentos enfrentamentos entre os manifestantes e a polícia na manhã deste domingo no centro de Atenas.

AFP |

As principais universidades da capital grega amanheceram ocupadas neste domingo pelos estudantes, que protestavam pela morte do adolescente, indicaram fontes policiais.

Jovens encapuzados jogavam pedras e coquetéis molotov contra a polícia em frente à faculdade de Direito, enquanto as forças de segurança respondiam com bombas de gás lacrimogêneo.

Outros grupos se entrincheiraram no interior da Escola Politécnica, no bairro central de Exarchia, onde Andreas Grigoropulos, de 15 anos, morreu no sábado atingido por disparos de um policial.

O incidente aconteceu às 21H00 horário local de sábado (19H00 GMT). Grigoropulos, que junto com um grupo de cerca de 30 jovens atirava pedras e outros objetos contra uma viatura da polícia, recebeu três disparos de um dos agentes que estavam no carro.

Ferido no peito, o adolescente foi levado para um hospital próximo, onde os médicos atestaram a morte.

Após saber da morte do jovem, centenas de pessoas se manifestaram na madrugada de sábado para domingo no centro de Atenas e nas principais cidades do país.

Vários jovens provocaram incêndios em frente a agências bancárias e queimaram cerca de 20 carros estacionados no centro de Atenas, em Salonica (norte) e em Patras (sul).

Segundo um balanço provisório da polícia, 17 bancos em Atenas e cinco em Salonica tiveram suas fachadas danificadas, além de várias lojas.

php/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG