Morte de jovem gera fechamento de várias discotecas de Madri

Madri, 25 nov (EFE).- A morte há dez dias de um jovem após ser agredido por três seguranças de uma discoteca desencadeou o fechamento de várias casas noturnas de Madri por irregularidades graves nas formas de funcionamento.

EFE |

Segundo testemunhas, o jovem espanhol Álvaro Ussía foi agredido "brutalmente" por três seguranças da discoteca Balcon de Rosales até a morte.

A tragédia reabriu na Espanha a polêmica sobre o excesso de violência empregada em algumas ocasiões por seguranças de casas noturnas, um setor que não é regulamentado, mas no qual já os Governos regionais do país começaram a trabalhar.

Dias depois da morte do jovem espanhol, a Prefeitura de Madri fechou a Balcon de Rosales e várias outras casas noturnas.

A Prefeitura da capital da Espanha alega que essas discotecas cometeram "infrações graves", enquanto os empresários, que consideram a decisão injustificável, dizem estar "surpreendidos" e "preocupados". EFE bal/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG