Morte de deputada faz Alan García suspender parte de sua agenda no Brasil

Lima, 18 set (EFE).- O presidente do Peru, Alan García, suspenderá algumas de suas atividades no Brasil por causa da morte hoje da deputada governista Fabiola Salazar em um acidente de trânsito.

EFE |

"Vamos acelerar um pouco nossa partida para podermos participar dos atos de homenagem que o Congresso deve fazer a ela" hoje, anunciou o presidente García em declarações à "Radio Programas del Peru" em São Paulo.

O presidente peruano participa em São Paulo de um Encontro de investimentos, comércio, turismo e cultura do Peru, a Expo-Peru 2008.

García, que viajou para São Paulo junto com quatro ministros, deve conversar hoje com seu colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, e vários empresários.

Por outro lado, o presidente do Congresso do Peru, o também governista Javier Velásquez, anunciou que foi declarado luto no Parlamento e que serão suspensas as atividades do plenário para dar uma homenagem póstuma a Salazar, diz a agência oficial "Andina". EFE watt/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG