A francesa Jacqueline Fournier, uma das últimas mulheres a conduzir ambulância durante a Segunda Guerra Mundial, morreu no dia 11 de dezembro, aos 98 anos, anunciou nesta quarta-feira uma associação de ex-combatentes.

Fournier foi uma das primeiras francesas a se alistar nos Estados Unidos na unidade criada pela americana Florence Conrad, que arrecadou fundos para comprar 19 ambulâncias Dodge.

Jacqueline Fournier serviu na unidade Rochambeau, formada por 35 motoristas e que ganhou o apelido de "Rochambelles".

Integradas ao 13º batalhão médico da Segunda Divisão blindada francesa, as "Rochambelles" participaram na campanha da Normandia, na libertaçao de Paris em 25 de agosto de 1944 e, posteriormente, nas campanhas de Lorena e Alsácia.

As motoristas de ambulâncias na Segunda Guerra Mundial, que recolhiam os feridos sob fogo inimigo, sofreram muitas baixas em suas fileiras.

pmg/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.