Morreu o primeiro paciente que recebeu transplante de mãos e rosto

O paciente que no início de abril foi submetido na França ao primeiro transplante simultâneo de mãos e rosto do mundo morreu em 8 de junho, anunciou Laurent Lantieri, o médico que comandou a operação no Hospital Henri-Mondor de Creteil, nas proximidadesd e Paris.

AFP |

O homem faleceu vítima de uma parada cardíaca durante uma intervenção cirúgica, explicou Lantieri.

"O paciente apresentou, poucas semanas depois da operação, uma infecção no rosto e durante uma intervenção cirúrgica para tentar eliminar a infecção sofreu uma parada cardíaca", declarou o médico.

"Não temos explicação sobre esta parada cardíaca", completou Lantieri.

"Todas a biópsias mostram que não houve nenhuma rejeição. Também não foi um problema vascular. O fato de ter uma infecção é um fenômeno conhecido entre as pessoas enxertadas. A causa da morte está vinculada a um problema cardíaco".

O paciente, com idade por volta de 30 anos, havia sofrido graves queimaduras em um acidente em 2004 e as sequelas impediam qualquer tipo de vida social.

Este foi o sexto enxerto de rosto no mundo, mas o primeiro simultâneo de rosto e mãos.

fmp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG