Morrem no mesmo dia duas das quatro mulheres mais velhas do mundo

Washington, 8 mar (EFE).- Duas mulheres que estavam entre as quatro consideradas as mais velhas do mundo morreram no dia nos Estados Unidos, revelou a imprensa local.

EFE |

Segundo o diário "Union Leader", do estado de New Hampshire, Mary Josephine Ray, de 114 anos, considerada a segunda mulher de maior idade no mundo, morreu no domingo enquanto dormia em um asilo de idosos da localidade de Westmoreland.

Nascida no Canadá, a mulher tinha chegado a New Hampshire há mais de 60 anos para ficar junto de seu filho.

Segundo o jornal, a mais idosa é Kama Chinen, uma japonesa que nasceu uma semana antes que Ray. A pessoa mais velha dos Estados Unidos é Neva Morris, também de 114 anos.

Quase ao mesmo tempo, em Detroit (no estado de Michigan) morria Daisey Bailey, de 113 anos, considerada a quarta de maior idade no mundo.

Bailey, que completaria 114 anos no final do mês, segundo o Grupo de Investigação Geriátrica, também era a pessoa negra mais velha dos EUA.

Nos últimos anos tinha mostrado indícios de demência, problema de cataratas e tomava muitos remédios.

Com a morte de Bailey, o título de pessoa negra mais velha dos EUA fica com Robert Young, que, segundo o Grupo de Investigação Geriátrica, nasceu em 31 de março de 1897. EFE ojl/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG