Nova Délhi, 2 set (EFE).- Pelo menos cinco supostos guerrilheiros que tentavam atravessar a Linha de Controle (LoC) da Caxemira entre a Índia e Paquistão morreram hoje em um combate com o Exército indiano, informou uma fonte militar.

O fato aconteceu no distrito de Bandipore, situado na Caxemira indiana (norte do país), quando os soldados de guarda indianos avistaram a um grupo de supostos insurgentes que tentavam passar a fronteira na zona de Gurez.

"Enfrentamos ao grupo de terroristas, que abriram fogo contra as tropas que lhes rodeavam. Até agora, cinco terroristas morreram no intenso tiroteio", disse à agência indiana Ians o porta-voz militar Uma Maheshwar.

"A operação e os disparos ainda continuam", acrescentou.

Ontem terça-feira, um membro das forças de segurança indiano morreu e outro ficou ferido em outro tiroteio contra supostos insurgentes registrado no distrito caxemiriano de Baramulla.

Caxemira, a única região da Índia com maioria muçulmana, está repartida entre o país e Paquistão.

Ambos disputaram a soberania deste território desde 1947, quando aconteceu a partilha e independência do subcontinente e mantêm uma Linha de Controle muito militarizada, sem um acordo fronteiriço definitivo.

Dezenas de milhares de pessoas morreram nas últimas duas décadas na região vítimas da violência. EFE daa/fk

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.