Morrem 3 rebeldes em ataque a seguranças de chefe das Farc

Militares da Colômbia bombardearam na terça-feira um acampamento de guerrilheiros que prestavam segurança ao comandante das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Alfonso Cano. O ataque deixou três mortos, segundo uma autoridade.

Reuters |

A operação foi realizada com apoio de helicópteros na zona rural do município de Chaparral, no departamento de Tolima.

"Tivemos a oportunidade de atacar a quadrilha 21, que é uma das que formam o Bloco Central, que protege Alfonso Cano", disse a jornalistas o comandante da 6ª Brigada do Exército, coronel Julio César Prieto. "Aí dentro deve estar (Cano) e vamos chegar até la", acrescentou.

Cano assumiu o cargo de mais alto comandante das Farc em 2008, depois da morte do fundador e chefe do grupo Manuel Marulanda.

Leia mais sobre Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG