Morre último sobrevivente de fuga de campo nazista

Escocês que inspirou o filme "Fugindo do Inferno" morreu aos 97 anos

EFE |

LONDRES - Jack Harrison, um escocês considerado o último sobrevivente da façanha que inspirou o filme "Fugindo do Inferno" (1963), morreu hoje aos 97 anos em Renfrewshire, na Escócia, informou a imprensa britânica. Harrison foi um dos participantes da fuga do campo de concentração nazista Stalag Luft III, situado em uma floresta da cidade polonesa Zagan, em março de 1944 e que em 1963 inspirou o filme dirigido por John Sturges e protagonizado por Steve McQueen.

O escocês era professor de latim em Sutherland, na Escócia, quando foi recrutado pelas forças aéreas britânicas para ser piloto na Segunda Guerra Mundial. Sua primeira missão, em novembro de 1942, era bombardear navios destinados a transferir abastecimentos de um porto holandês à Alemanha, mas seu avião caiu devido aos disparos inimigos e Harrison foi enviado a um campo de concentração. Na noite de 24 de março de 1944, cerca de 200 prisioneiros do campo protagonizaram uma grande fuga através de um túnel. Harrison ainda estava em seu barraco, esperando sua vez de sair pelo túnel, quando a fuga foi percebida pelos soldados que vigiavam o campo.

O veterano teve que queimar sua documentação e trocar sua roupa pela de um engenheiro da companhia Siemens, para se tornar um dos 76 homens que conseguiram escapar e um dos três que conseguiram completar a fuga e chegar sãos e salvos no Reino Unido. Após a guerra, Harrison voltou a Glasgow e retomou a carreira de professor. Ele passou seus últimos anos em uma casa para ex-militares.

    Leia tudo sobre: ESCOCIAFugindo do Infernocampo nazista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG