Tegucigalpa, 1 ago (EFE).- O professor hondurenho ferido à bala na cabeça na quinta-feira durante enfrentamentos com a Polícia em um ato de protesto a favor do presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, morreu hoje em consequência dos ferimentos, informaram a família e o sindicato de docentes.

EFE pa/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.