Morre presidente nigeriano Umaru Yar'Adua

Redação Certral, 5 mai (EFE).- O presidente da Nigéria, Umaru Yar'Adua, morreu na noite de terça-feira aos 58 anos, em Abuja, vítima de problemas cardíacos, como noticia hoje a imprensa local.

EFE |

Redação Certral, 5 mai (EFE).- O presidente da Nigéria, Umaru Yar'Adua, morreu na noite de terça-feira aos 58 anos, em Abuja, vítima de problemas cardíacos, como noticia hoje a imprensa local. Segundo o jornal local "The Vanguard", Yar'Adua morreu por volta das 22h (18h, Brasília) de ontem. Ainda não há confirmação da família nem da Presidência. No entanto, o jornal destaca que pessoas ligadas à família disseram que o corpo do presidente será levado amanhã a Katsina, região onde nasceu, para ser enterrado de acordo com a tradição muçulmana. Em novembro passado, Yar'Adua viajou à Arábia Saudita para receber tratamento de uma pericardite aguda e, em 24 de fevereiro, voltou à Nigéria após 92 dias hospitalizado. Desde sua volta à Nigéria, Yar'Adua não apareceu em público. Delegações de religiosos muçulmanos e cristãos que o visitaram separadamente em abril passado já haviam dito que ele falava com dificuldade e que estava frágil. Por sua longa ausência, Yar'Adua foi substituído no cargo em 9 de fevereiro pelo vice-presidente, Goodluck Jonathan, que a partir de hoje passar a ser o chefe de Estado da Nigéria. Como não passou o poder formalmente a Jonathan em novembro, o líder nigeriano gerou grande tensão no país. O Parlamento teve, então, que designar o vice como presidente interino em fevereiro No entanto, sua posse aconteceu contra a vontade do Governo e entre denúncias de inconstitucionalidade feitas pela oposição. Em 17 de março passado, Jonathan dissolveu o Gabinete de Yar'Adua e assegurou que era preciso "sangue novo" para acelerar o desenvolvimento da Nigéria. EFE rma/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG