Morre polonesa que salvou mais de 2.500 crianças judias do holocausto

VARSÓVIA, Polônia - A família da servidora social que salvou mais de 2.500 crianças judias dos nazistas durante o holocausto disse que ela morreu.

AP |

A filha de Irena Sendler, Janina Zgrzembska, disse que sua mãe de 98 anos morreu em um hospital em Varsóvia nesta segunda-feira.

Sendler organizou o resgate de crianças judias do gueto de Varsóvia durante a ocupação brutal de seu país pela Alemanha na Segunda Guerra Mundial.

Seu time de 20 pessoas salvou as crianças entre outubro de 1940 e abril de 1943, quando os nazistas queimaram o gueto, matando os moradores ou os enviando para campos de morte.

Sendler foi reconhecida no memorial Yad Vashem de Israel por seu heroísmo.

    Leia tudo sobre: holocausto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG