Uma das duas primeiras lobas clonadas no mundo faleceu, supostamente por uma infecção, anunciou um dos cientistas responsáveis pelo processo de clonagem há quatro anos.

"Snuwolf" foi encontrada morta em 26 de agosto no zoológico de Seul, informou o professor universitário Shin Nam-Shink. Ele disse que o animal não tinha problemas de saúde e provavelmente foi vítima de uma infecção.

"Mas ainda não podemos dizer nada até completarmos as análises dos resultados da necropsia", disse.

O cientista descartou qualquer relação da morte da loba com o processo de clonagem.

"Sempre acontecem mortes súbitas entre os cães e os animais selvagens", declarou.

Shin integrava a equipe liderada pelo professor Lee Byung-Chun, que obteve a primeira clonagem de um cão, em 2005. Também clonou duas lobas, "Snuwolf" e "Snuwolffy", que nasceram em outubro de 2005.

O professor afirmou que "Snuwolffy" continua viva no zoológico e goza de perfeitas condições físicas.

ckp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.