Morre o polêmico estilista e deputado Clodovil

Brasília, 17 mar (EFE).- O polêmico estilista, apresentador de TV e deputado Clodovil Hernandes morreu hoje, aos 71 anos, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC), sofrido na segunda-feira.

EFE |

Clodovil, que foi a maior surpresa das eleições de 2006, quando sem nenhuma experiência política foi eleito deputado pelo estado de São Paulo.

Durante sua campanha eleitoral, assegurou que, assim como fazia na televisão, com comentários picantes e até ofensivos sobre as personalidades, criaria polêmicas no Congresso.

Em uma de suas maiores polêmicas como deputado, disse em discurso no plenário do Congresso que "as mulheres de hoje são ordinárias, vulgares, cheias de silicones, trabalham deitadas e descansam de pé".

A deputada Cida Diogo, porta-voz do PT, exigiu em nome das parlamentares que ele se retratasse, mas Clodovil preferiu atirar mais lenha na fogueira, dizendo que "só falava com mulheres bonitas", para depois acrescentar que ela não entrava nessa categoria, "pois é tão feia que nem para prostituta serve".

O deputado tinha sido internado ontem no Hospital Santa Lúcia, de Brasília, onde permaneceu em coma profundo até que hoje os médicos que o atendiam confirmassem sua morte cerebral. EFE ed/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG