Líder do país entre 1982 e 1988 tinha 77 anos e estava internado havia meses por causa de um enfisema pulmonar

Então presidente do México, Miguel de la Madrid inaugura obra na capital mexicana em 13 de dezembro de 1985
AP
Então presidente do México, Miguel de la Madrid inaugura obra na capital mexicana em 13 de dezembro de 1985
O ex-presidente do México Miguel de la Madrid morreu neste domingo, aos 77 anos, em um hospital da Cidade do México.

De la Madrid, que governo o país de 1982 a 1988, estava internado havia meses por causa de um enfisema pulmonar.

O atual presidente mexicano, Felipe Calderón, comentou a notícia no Twitter.

"Lamento profundamente a morte do ex-presidente Miguel De La Madrid, que enfrentou tantas adversidades em seu mandato. Descanse em paz", escreveu.

Formado em Direito pela Universidade Nacional Autônoma do México e com pós-graduação em Harvard, De la Madrid enfrentou duras críticas por causa de problemas na economia e pela reação do governo ao terremoto de 1985, considerada lenta.

De la Madrid também foi titular da extinta secretaria de Programação Orçamentária (1978-1981), transformada posteriormente em ministério da Fazenda.

O corpo do ex-mandatário será velado nesta tarde na biblioteca de sua casa, localizada em Coyoacán, zona residencial do sul da capital mexicana.

Com EFE e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.