WASHINGTON (Reuters) - O ex-secretário de imprensa do presidente George W. Bush, Tony Snow, morreu de câncer de cólon, confirmou no sábado a Casa Branca. Snow, de 53 anos, que tinha sido um conservador comentarista de rádio e televisão, renunciou em agosto de 2007 ao cargo de porta-voz de Bush devido à reincidência do câncer.

Em março do ano passado, Snow foi informado sobre o reaparecimento do câncer que conseguira superar anteriormente e se submeteu a quimioterapia. Entretanto, disse que sua decisão de renunciar foi por motivos financeiros, não de saúde.

Em comunicado, Bush disse que ele e sua mulher, Laura, 'estavam profundamente tristes pela morte de nosso querido amigo' e chamou Snow de 'um dos mais finos escritores e comentaristas do país', que 'conquistou leais seguidores com seus comentários incisivos no rádio e na televisão.'

Snow e sua mulher, Jill, tiveram três filhos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.