Morre nos EUA militar que ajudou a preparar bomba no Enola Gay

Los Angeles, 7 abr (EFE).- O especialista em armas Morris Dick Jeppson morreu no último dia 30 em Las Vegas, aos 87 anos, poucos meses antes dos 65 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima que ajudou a preparar, noticia hoje o diário Los Angeles Times.

EFE |

Em 6 de agosto de 1945, Jeppson foi um dos dois soldados a bordo do B-29 Enola Gay responsáveis por armar o projétil para lançá-lo sobre a cidade de Hiroshima, num ataque que matou mais de 100 mil pessoas.

Jeppson tinha 23 anos e era tenente do Exército dos EUA na época do bombardeio, que, segundo os historiadores, contribuiu de maneira decisiva para forçar a rendição do Japão e pôr fim à Segunda Guerra Mundial.

Segundo sua mulher, Molly, Jeppson morreu em 30 de março, num hospital de Las Vegas (Nevada), devido a complicações de saúde relativas à idade.

Jeppson não gostava de falar publicamente da bomba e anos depois se limitou a dizer: "Quando você tem um trabalho a fazer, simplesmente o faz".

O oficial de navegação Theodore "Dutch" Van Kirk, de 89 anos, é atualmente o único dos 12 tripulantes do Enola Gay ainda vivo. EFE fmx/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG