Morre nos EUA ex-legisladora Olga Méndez

Nova York, 29 jul (EFE).- A ex-senadora estadual Olga Méndez, uma veterana no cenário político de Nova York e a primeira porto-riquenha eleita a um cargo público nos Estados Unidos, morreu hoje vítima de um câncer.

EFE |

Méndez representou o bairro do Harlem hispânico e setores do Bronx - onde fica a maior comunidade porto-riquenha nos EUA - de 1979 a 2004, quando perdeu a cadeira no Senado estadual para José Marco Serrano.

A ex-legisladora nasceu em 5 de fevereiro de 1929 na cidade de Mayagüez, no oeste de Porto Rico, de onde saiu na década de 1950 para morar em Nova York, onde obteve doutorado em psicologia pela Universidade de Yeshiva.

Méndez fez história quando em 1978 se tornou senadora do estado de Nova York pelo Partido Democrata, e após ser a primeira porto-riquenha a exercer um cargo político, o qual desempenhou durante 26 anos.

A morte de Méndez provocou imediatamente reações de diversos líderes políticos da cidade, entre eles o prefeito Michael Bloomberg.

"Nossos pensamentos e orações estão com Olga, sua família e os milhares de amigos e seguidores que foram tocados pela vida desta grande pessoa", assinalou Bloomberg em comunicado.

O governador David Paterson se uniu às expressões de condolências e comentou que a porto-riquenha "lutou pelos assuntos importantes de seus constituintes".

Méndez, que não teve filhos, foi casada com o advogado e ativista Antonio Méndez, que em 1954 se tornou o primeiro porto-riquenho a ser líder de distrito de um partido político, o Democrata, em Nova York. Seu marido morreu em 1970. EFE rh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG