Morre Mr. Blackwell, autor da lista anual das mais mal vestidas

Los Angeles (EUA), 20 out (EFE).- Mr.

EFE |

Blackwell, autor da mundialmente conhecida lista anual das famosas mais mal vestidas, morreu aos 86 anos devido a uma infecção intestinal, informou hoje a imprensa dos Estados Unidos.

Nascido em 29 de agosto de 1922 no Brooklyn (Nova York), Mr.

Blackwell - cujo verdadeiro nome era Richard Sylvan Selzer - morreu neste fim de semana em conseqüência das complicações geradas por uma infecção intestinal, pela qual teve que ser hospitalizado em agosto, segundo as fontes.

O crítico de moda da revista "US", uma das publicações mais sensacionalistas dos EUA, era temido por algumas famosas não só pela célebre lista, que elaborava desde 1960, mas pelos mordazes comentários que a acompanhavam.

Sua última lista das mais mal vestidas foi a de 2007, publicada em janeiro, e era liderada pela ex-Spice Girl Victoria Beckham e suas minissaias, que o crítico de moda qualificava de "mini-monstruosidades".

A cantora Britney Spears e a milionária Paris Hilton, dois nomes freqüentes nos últimos anos na lista de mulheres de mau gosto, eram, segundo Mr. Blackwell, "depravadas da moda".

O crítico não poupou também membros da realeza britânica, da rainha Elizabeth II da Inglaterra, a quem comparou com uma "árvore de Natal" ou um "palhaço real", a Camila, segunda esposa do príncipe Charles, a quem chamou de "duquesa sem graça", "que parece um periquito petrificado da idade jurássica".

Mas o crítico mostrava também seu lado mais amável na lista das dez "independentes fabulosas da moda", que publicava junto com o rol das mal vestidas.

Antes de ser crítico de moda, tentou ser ator, representante dos cantores e estilista, um campo no qual chegou a despontar na década de 50. EFE cat/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG