Morre ex-presidente venezuelano Rafael Caldera

O ex-presidente da Venezuela Rafael Caldera, que governou de 1969 a 1974 e de 1994 a 1999, faleceu na madrugada desta quinta-feira em Caracas aos 93 anos, após uma longa doença, confirmou sua família à imprensa local, indicando que não aceitará nenhuma homenagem de Estado.

AFP |

"Nos deixou no dia de Natal. Há bastante tempo, ele lutava contra um mal de Parkinson muito doloroso, e que levou com muita dignidade sem se queixar e sem protestar, mas já nos últimos dias era muito custoso para ele falar. Nesta madrugada, Deus o levou", declarou seu filho Andrés à emissora de rádio privada Unión Radio.

Andrés disse que "não vamos aceitar nenhuma homenagem do governo" do presidente Hugo Chávez, de quem Rafael Caldera era opositor.

Rafael Caldera nasceu em San Felipe (Yaracuy, noroeste) em 24 de janeiro de 1916. Foi fundador do partido social-cristão Copei e é considerado um dos pais da democracia venezuelana.

jt/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG