Quito, 15 dez (EFE).- O ex-presidente do Equador León Febres Cordero morreu hoje aos 77 anos, vítima de câncer e de efisema no pulmão, confirmaram hoje fontes próximas ao ex-líder.

Febres Cordero (1984-1988), líder do Partido Social Cristão (PSC), tinha retornado ao Equador recentemente após um tratamento médico em Tampa, nos Estados Unidos. EFE sm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.