Morre ex-presidente da Sony Norio Ohga, pai do CD

Ohga é considerado um dos principais impulsores do CD, formato que o conglomerado eletrônico japonês desenvolveu com a holandesa Royal Philips Electronics

EFE |

O japonês Norio Ohga, ex-presidente da gigante eletrônica Sony e um dos grandes promotores do CD, morreu neste sábado aos 81 anos em um hospital em Tóquio.

Ohga foi presidente da Sony entre 1982 e 1995, período em que a companhia teve um grande avanço no cenário mundial e contribuiu para diversificar suas atividades, além de eletrônica, entrou no ramo de cinema e música.

Sob sua Presidência, no final dos 80, o grupo japonês adquiriu a divisão fonográfica do selo americano CBS e a Columbia Pictures Entertainment, um dos grandes estúdios da era dourada de Hollywood e atualmente uma das principais produtoras e distribuidoras de cinema do mundo.

Ohga é considerado um dos principais impulsores do CD, formato que o conglomerado eletrônico japonês desenvolveu com a holandesa Royal Philips Electronics como alternativa aos discos de vinil e cassetes.

No mesmo ano em que Ohga chegou à Presidência, a Sony deu o primeiro passo para sua introdução nos lares com o CDP-101, o primeiro reprodutor doméstico para CD do mundo, e dois anos depois entrou em comercialização o "discman", reprodutor portátil de CD.

Durante os anos em que o empresário esteve à frente da Sony, o grupo também vendeu câmera de vídeo compacta "Handycam", cuja primeira versão chegou ao mercado em 1989, e desenvolveu sua divisão de entretenimento, que em 1994 revolucionou o mundo do videogame com o "PlayStation".

Fã incondicional de música além de empresário (deixo a carreira de músico aos 29 anos para incorporar-se a Sony), Ohga tinha experiência como diretor de orquestra e era presidente da Orquestra Filarmônica de Tóquio, a maior do Japão, desde 1999.

O ex-presidente da Sony tinha previsto dirigir um concerto em 4 de maio em Karuizawa (centro do Japão) para arrecadar fundos aos sobreviventes do terremoto e tsunami de 11 de março, segundo a agência local "Kyodo".

O presidente da Sony, Howard Stringer, transmitiu em comunicado suas "profundas condolências" pela morte de Ohga e destacou seu papel na transformação da Sony em um líder global da indústria do lazer.

    Leia tudo sobre: Norio OhgaCDmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG