Morre estudante ferido em protesto universitário na Venezuela

O estudante Douglas Rojas, de 19 anos, não resistiu aos graves ferimentos sofridos, na quinta-feira, em uma manifestação na cidade venezuelana de Mérida (500 km ao sudoeste de Caracas), e faleceu neste sábado, informaram os médicos.

AFP |

O jovem morreu após permanecer 48 horas na UTI, devido a um ferimento na região occipital, com orifício de saída, disse aos jornalistas a diretora do Hospital Universitário de Mérida, Blanca Barroeta.

Outros três jovens ficaram feridos nos confrontos entre universitários e policiais, na quinta-feira passada.

Desde quarta, os estudantes da Universidade dos Andes (ULA) mantêm um protesto para conseguir a destituição da diretora da Escola de Nutrição e Dietética.

nn/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG