Morre Dorian Leigh, uma das primeiras top models do mundo

Redação Central, 11 jul (EFE).- A americana Dorian Leigh, considerada a primeira top model do mundo, faleceu na segunda-feira passada, na Virgínia (Estados Unidos), aos 91 anos de idade, segundo anunciaram hoje fontes de sua família à imprensa.

EFE |

O rosto de Leigh, que desfilou para todas as grandes casas de alta costura desde os anos 40 até o início dos 60, se tornou popular com campanhas publicitárias da empresa de cosméticos Revlon, com fotos tiradas pelo célebre fotógrafo Richard Avedon.

Sua escultural e aristocrática imagem apareceu também nas capas das revistas de moda mais importantes do mundo, como "Vogue" (cuja primeira página ilustrou sete vezes somente em 1946), "Harper's Bazaar", "McCall's" e "Look".

Após retirar-se das passarelas, Leigh, em quem aparentemente se inspirou a atriz Audrey Hepburn para interpretar seu papel no filme "Bonequinha de Luxo", abriu sua própria agência de modelos em Paris.

Nascida em 23 de abril de 1917, em San Antonio (Texas, EUA), a pioneira top model morreu na segunda-feira passada, no asilo Falls Church, na Virgínia, segundo revelou seu filho mais velho, T.L.Hawkins.

Em 1980, Leigh publicou sua autobiografia, "The Girl Who Had Everything".

Foi ela quem recomendou sua irmã mais nova, a também mundialmente famosa Suzy Parker, à agência de modelos Ford, para a qual ela trabalhava e foi uma de suas primeiras contratações.

Em 1997, a fundadora dessa agência, Eileen Ford, afirmou em entrevista à revista "The Free Lance-Star" que Leigh tinha sido "a melhor modelo de seu tempo". EFE cat/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG