Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Morre comandante de barco francês que levou para Palestina 4.500 sobreviventes do holocausto

Yossi Harel, comandante do Exodus, o barco que levou para a Palestina, em 1947, 4.500 sobreviventes do holocausto na França, morreu no sábado em Israel aos 90 anos, informou neste domingo a imprensa do Estado Hebreu.

AFP |

Harel havia coordenado as operações clandestinas realizadas entre 1945 e 1948 que levaram para a Palestina cerca de 24.000 imigrantes judeus, transportados a bordo de quatro barcos, um deles o "Exodus". O navio de Harel transportou um terço dos refugiados judeus que chegaram ilegalmente à Palestina daquela época, sobre a qual o Reino Unido mantinha duras leis para limitar a imigração judia.

O "Exodus" - que teve sua história contada no cinema pelo diretor Otto Preminger - zarpou de Sete, sul da França, em julho de 1947, com a intenção de entrar ilegalmente com os imigrantes na antiga Palestina britânica.

Após vários dias de navegação em águas territoriais da Palestina, barcos da marinha britânica inspecionaram o "Exodus" a cerca de 30 km da costa. A Grã-Bretanha decidiu reenviar os passageiros do barco para a Europa.

A odisséia dos passageiros do "Exodus" provocou uma onda de emoção na Europa destruída pela Segunda Guerra Mundial e abalada pela descoberta do holocausto judeu provocado pelos nazistas.

hsa/fb

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG