Morre coala símbolo da luta contra incêndios na Austrália

Sydney (Austrália), 6 ago (EFE).- O coala Sam, que ficou famoso no começo do ano quando foi resgatado dos devastadores incêndios florestais do sudeste da Austrália, morreu hoje durante uma operação que buscava salvá-lo de uma doença.

EFE |

O animal, uma fêmea de 4 anos, sofria de uma doença que atinge metade da população da espécie na Austrália.

Durante a cirurgia, os médicos descobriram que a doença se encontrava em um estado avançado e decidiram sacrificar o animal.

O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, lamentou a morte de Sam, animal que apontou como um símbolo da esperança para as vítimas dos piores incêndios da história do país.

Quando as chamas arrasavam o estado de Victoria, o coala foi descoberto ao norte da cidade de Melbourne por bombeiros. A imagem de um deles dando água a Sam com o fogo como cenário de fundo rodou o mundo.

Pelo menos 173 pessoas morreram e centenas ficaram feridas nos incêndios que começaram em 7 de fevereiro no país. Quase 80 localidades foram atingidas, mais de duas mil casas destruídas e até 455 mil hectares de terras arrasadas pela maior tragédia do tipo na história da Austrália. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG