Morre bebê dado como morto e registrado com o sexo trocado no Paraguai

Assunção, 10 ago (EFE).- O bebê paraguaio dado como morto na semana passada e que deu sinais de vida quando era velado pelos pais morreu num hospital de Assunção.

EFE |

Fontes médicas do hospital do Instituto de Previdência Social (IPS) confirmaram aos jornalistas a morte da criança, que nasceu no quinto mês de gestação e inicialmente foi registrada como menina pelos funcionários.

Segundo informações, o bebê, de sexo masculino, morreu porque vários órgãos não tinham se desenvolvido e estavam fracos.

A criança nasceu na quinta-feira. No mesmo dia, o hospital do IPS declarou a morte do recém-nascido e entregou o corpo dele à família.

José Alvarenga, o pai do bebê, disse que o filho ficou mais de uma hora dentro de uma caixa de papelão entre a hora em que foi declarado morto e o momento de ser levado para a casa da família, num município vizinho.

Na hora do velório, os parentes perceberam que o bebê estava vivo e o levaram de volta ao hospital do IPS.

O diretor médico do centro, Alberto Cardozo, disse na sexta-feira que o bebê estava "numa incubadora, estável, com todos os sinais vitais". Ele também anunciou a abertura de uma investigação interna.

EFE rg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG