Morre, aos 96 anos, o artista americano Studs Terkel

Washington, 31 out (EFE).- O escritor e ícone do rádio americano Studs Terkel morreu hoje em sua residência de Chicago aos 96 anos de idade, informaram fontes de sua família.

EFE |

Segundo as fontes, sua morte ocorreu devido a uma longa doença e após sofrer uma queda em sua casa há duas semanas.

Advogado que nunca exerceu sua profissão, Terkel foi durante várias décadas uma personalidade do rádio e da televisão com trabalhos em comédias, obras de teatro, entrevistas com personalidades, comentários esportivos e sobre jazz e até como DJ.

Terkel morreu a poucos dias da publicação de sua última obra, um relato autobiográfico intitulado "P.S. Further Thoughts from a Lifetime of Listening" (P.S. Pensamentos após uma vida escutando), conforme cita o site do jornal "Chicago Tribune".

Sua última apresentação em público ocorreu em junho deste ano e nela ele desenvolveu um monólogo de 30 minutos em que falou desde a mitologia até os problemas das eleições presidenciais da próxima semana, nos Estados Unidos.

Como muitos intelectuais da década de 1950, Terkel foi um dos vários escritores que foram incluídos na lista negra do Macartismo que denunciava o perigo do comunismo nos EUA.

Durante esses anos, subsistiu a vida artística dando conferências e escrevendo críticas literárias.

Sua esposa Ida, com quem viveu mais de 60 anos, morreu em 1991.

Terkel deixa apenas um filho, Dan, de 59 anos. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG