Rio de Janeiro, 29 mar (EFE).- O jornalista Armando Nogueira, ex-diretor da Central Globo de Jornalismo e comentarista esportivo, morreu na manhã desta segunda-feira, aos 83 anos, no Rio de Janeiro.

Nascido no dia 14 de janeiro de 1927, em Xapuri, no Acre, Armando Nogueira lutava há dois anos contra um câncer no cérebro.

Formado em Direito, começou a trabalhar como jornalista nos anos 50, no "Diário Carioca", que não existe mais. Em sua carreira, passou pelas revistas "Manchete" e "O Cruzeiro", e assinou uma coluna por 12 anos no "Jornal do Brasil".

Na televisão, foi diretor da Divisão de Esportes e depois diretor de jornalismo da "Globo", e em 1992 fez parte da equipe da "Bandeirantes" nos Jogos Olímpicos de Barcelona.

Antes de se afastar do trabalho por causa da doença, fazia parte da equipe do canal pago "SporTV" e escrevia uma coluna no diário "Lance!".

O velório de Armando Nogueira será a partir das 13h (de Brasília) desta segunda no estádio Maracanã. O enterro está programado para a manhã de terça-feira, no cemitério São João Batista, também no Rio de Janeiro. EFE mh/rd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.