As Cinzas de Ângela - Mundo - iG" /

Morre aos 78 anos Frank McCourt, autor de As Cinzas de Ângela

Washington, 19 jul (EFE).- Frank McCourt, autor de As Cinzas de Ângela, morreu aos 78 anos em Nova York após ser internado em um hospital há duas semanas com quadro de meningite, informou hoje a imprensa americana.

EFE |

O jornal "Los Angeles Times" informou que Malachy, irmão do escritor, confirmou que McCourt morreu na clínica para doentes terminais onde estava internado com uma meningite que contraiu há duas semanas.

O autor, de origem irlandesa, também era tratado de um melanoma, o câncer de pele mais grave.

"Suas faculdades estão se apagando. Não espera-se que sobreviva", disse Malachy na sexta-feira passada.

O escritor, um ex-professor de língua e literatura que deu aulas no sistema público de ensino de Nova York, ficou famoso com "As Cinzas de Ângela", de 1996, seu primeiro livro, no qual narra as memórias sobre a pobreza na qual viveu nos Estados Unidos e Irlanda durante sua infância.

Ele ganhou o prêmio Pulitzer com este romance.

A obra foi traduzida para 30 idiomas e foi inclusive adaptada ao cinema, em um filme dirigido por Alan Parker e que teve no elenco Emily Watson e Robert Carlyle.

McCourt publicou "Tis" em 1999, a segunda parte de suas memórias, que começa com seu retorno a Nova York, aos 19 anos. Em seguida lançou "Teacher Man", em 2005.

O escritor vivia com a segunda mulher, Ellen, e tinha uma filha, Maggie, e três netos. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG