Morre, aos 114 anos, a pessoa mais velha dos Estados Unidos

Mary Josephine Ray, uma jogadora de cartas apaixonada por esportes, e a pessoa mais velha dos Estados Unidos, morreu no domingo aos 114 anos.

Reuters |

Mary, que nasceu antes de Henry Ford construir seu primeiro carro ou de Marconi patentear o rádio, morreu em uma casa de repouso em New Hampshire, onde morava desde os 101 anos, disse o diretor de atividade da casa, Steve Wilson.

AP
Mary Josephine Ray
Mary Josephine Ray

Nascida em 17 de maio de 1895 no Canadá, Mary era a segunda pessoa mais velha do mundo, segundo o Grupo de Pesquisa de Gerontologia, que mantém um registro das pessoas mais velhas. Segundo o grupo, Mary é sete dias mais nova que Kama Chinen, do Japão.

Segundo o site do grupo na Internet, a pessoa mais velha dos EUA agora é Neva Morris, de Iowa, que nasceu em 3 de agosto de 1895.

Mary era uma grande apaixonada por esportes -- particularmente do time de beisebol Boston Red Sox -- e gostava de jogar cartas, o que fazia pelo menos duas vezes por semana, disse Wilson. "Mary sempre vencia, de uma maneira ou de outra", afirmou.

Ela viveu 40 anos a mais que seu marido, Walter Ray, e deixou dois filhos, oito netos, 13 bisnetos e cinco tataranetos.

Leia mais sobre Mary Josephine Ray

    Leia tudo sobre: idosa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG