Morre a feiticeira indonésia famosa por aumentar o órgão sexual masculino

Uma velha javanesa conhecida de todos os indonésios por seu suposto poder sobrenatural de alongar o órgão sexual masculino morreu na semana passada, anunciou nesta quinta-feira a imprensa indonésia.

AFP |

Mas a informação foi recebida com precaução, já que a morte da feiticeira vinha sendo anunciada há vários anos e seus supostos poderes geraram diversas lendas.

Mak Erot morreu em sua cidade de Caringin, no oeste de Java, informou o Kompas, maior jornal do país, em seu site. Segundo a notícia, ela teria... 131 anos.

O portal de notícias Detikcom também registrou a morte da centenária, que se tornou um mito em um arquipélago onde a feitiçaria é muito praticada.

Centenas de feiticeiras na Indonésia asseguram ter sido formadas por Mak Erot, cuja pequena terra natal continua a receber visitas de pessoas interessadas em ser bem dotadas, vindas principalmente de países árabes e de toda a Ásia.

Segundo a crença popular, Mak Erot possuía um conhecimento único de plantas raras. Além do seu poder de alongar os órgãos sexuais de seus pacientes, ela elaboraria remédios contra a impotência ou a ejaculação precoce.

Os cinco filhos e dezesseis netos da feiticeira teriam herdado suas faculdades esotéricas.

O anúncio da morte de Mak Erot suscitou nesta quinta-feira diversas reações na internet indonésia.

"Ah, não! Nunca tive a chance de encontrar Mak Erot e agora ela morreu. Não resta outra alternativa para mim a não ser comprar um alongador", lamentou um internauta com o apelido de "Jengkol".

nsh-aub-seb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG